Notícias

Imersão dá poder à sua proposta de solução!

ARTIGO

Estrada para a inovação II.

Quando eu me casei, aconteceu um fato muito engraçado, que recordo até hoje: na empolgação daqueles momentos que avizinhavam a minha vida a dois com minha amada esposa, alertei a ela que seu nome mudaria, certo de que isto seria encarado como natural.

Fonte: https://www.desabafosdamula.com/empatia-e-comunicacao-538657

O que não levei em conta é que, com minha cabeça rígida e incapaz de imaginar qual seria a vontade de minha esposa, esqueci de fazer uma pergunta básica para saber se ela queria mudar seu nome.

Pois bem, fiquei estupefato ao descobrir que ela desejava permanecer com seu nome de solteira!

Quadradíssimo, insisti, perguntando qual era o problema de mudar o nome dela.

Muito articulada e com uma grande capacidade de gerar empatia ela me perguntou se eu queria mudar o meu!

É claro que minha compreensão de seus motivos foi instantânea!

É dessa importância de entender melhor as necessidades de quem sente as dores do problema observado que gostaríamos de tratar nesse artigo.

Ontem você observou que alguns móveis de algumas pessoas que se mudam para apartamentos não sobem nem pelas escadas nem pelo elevador por serem muito grandes. Isso foi fácil porque aconteceu com você ou com alguém próximo.

Depois disso é preciso fazer duas coisas, que podem ser feitas simultaneamente: investigar a relevância e entender melhor o problema.

Porque isso é importante? Entre uma pequena e uma grande oportunidade, qual das duas você escolhe? Você sabia que uma grande oportunidade é igual a um problema relevante mais um grande mercado?

Isso responde a questão sobre relevância.

Porquê é importante entender melhor o problema?

Porque isso vai fazer grande falta no momento de criar uma solução para ele. E mais: se for necessário picotar a solução, isso poderá ser feito com muito mais propriedade. Não esqueça que o problema é único, mas há várias soluções possíveis.

Imergir, portanto, é aumentar o nível de empatia com quem sente a dor. Só ele conhece bem o problema! Você, que não vive as angustias dessas pessoas, não poderá entendê-lo completamente. Então, vá conviver com eles.

Será que uma pessoa que mora bem e com conforto pode entender bem os problemas de quem mora na rua sem conviver com eles, morando na rua? Então como pode criar qualquer programa para lhes melhorar a qualidade de vida sem viver de perto as angustias dessas pessoas?

Imergir para entender o problema não é a mesma coisa que validar comercialmente a proposta de solução. Para este, o foco é na solução, enquanto que para aquele o foco é no problema.

O que fazer, por exemplo, no caso de subir móveis que não passam nas escadas? Pense que as empresas alugam um guindaste e cobram 100 reais por andar para subir cada móvel, entrando pela janela.

Sem imergir já vemos que é uma solução cara, que não dá sensação de segurança e incômoda.

Mas se você conversar com quem opera o guindaste, com o morador e com os funcionários da empresa, descobrirá outras coisas. E se além disso, pedir para acompanhar uma mudança destas, entrando os móveis pela janela, provavelmente vai observar outras tantas coisas, que ajudarão inclusive a criar uma boa solução.

O conhecimento científico e o acadêmico são muito importantes! Não resta dúvida. Sem eles não ocorrem as condições para gerar tecnologia. Mas é com o desenvolvimento de tecnologias que melhoramos os processos produtivos, o mercado e a qualidade de vida das pessoas.

Não podemos achar que a Universidade só produz conhecimento acadêmico. Que a única função dos nossos pesquisadores é publicar trabalhos acadêmicos em revistas internacionais indexadas Qualis A1. Essas ações são importantes demais, mas a sociedade não as enxerga.

E não as enxerga porquê não impactam na vida dos cidadãos.

O desenvolvimento de tecnologias que melhoram a qualidade de vida das pessoas faz com que a Universidade passe a ser vista com outros olhos. De preferência com tecnologias que sejam aprovadas pela sociedade.

Fonte: do autor.

Então, qualquer que seja a estrada escolhida por você, não perca nenhuma etapa, para que suas chances de inovar sejam crescentes.

Categorias: ,
-->